STF julgará inclusão de contador em execuções fiscais de clientes

Se ministros chancelarem lei de Goiás, podem abrir precedente para outros governos.



O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a julgar hoje se os contadores podem ser incluídos nas execuções fiscais movidas contra os seus clientes. Essa prática está prevista, há uma década, no Código Tributário do Estado de Goiás.

Caso seja julgado e executado isso trará um marco histórico para a Classe Contábil que poderá de forma proativa defender os clientes em âmbito fiscal.


2 visualizações0 comentário